cadastre seu e-mail aqui para receber as novidades deste blog

PRIMEIROS CAPOEIRISTAS DA PARAÍBA SE JUNTAM AO SEU VELHO MESTRE ZUMBI BAHIA

No último dia 21 de janeiro de 2012 esteve reunido no casarão 34 da Cidade Antiga, o Mestre e lenda viva da Capoeira no País, Zumbi Bahia, com figuras igualmente lendárias da capoeira no Estado.
O Mestre Zumbi Bahia esteve neste evento ladeado por figuras memoráveis da capoeira. Hoje fora de atividade porem com a capoeira na veia como: Gilmar, Pássaro Preto, Claudio Paulista e Boca do Mundo. 
Mestre Zunga e outros capoeiristas da atualidade prestarem uma justa homenagem ao homem que abriu espaço ainda nos anos 70, para a pratica da capoeira que até hoje perdura no Estado.
Mestre Zumbi Bahia tem em seu curriculum, além da história da capoeira no Brasil, ainda a Coordenação Pedagógica do Instituto Officina Affro em São Luiz, possuindo ainda os títulos acadêmicos de Pedagogo com especialização em Gestão Educacional e Docência na Educação Superior, sendo pioneiro na pratica daquilo que pede a Lei Federal 10.639 de 2003 "Diretrizes para o Ensino e prática da Cultura Afro-Brasileira nas escolas". 

O Mestre Zumbi Bahia destacou, além do esforço pessoal em levar a Capoeira para dentro das Escolas - em tempos onde os capoeiristas eram vistos como marginais e a atual Lei nem em sonho tinha planos de acontecer, a necessidade da capoeira conseguir novos adeptos. Ou como ele mesmo frisou "não novos mestres, mas pessoas que se interessem pela história e pratica da capoeira enquanto valor cultural". Neste caso,  ele dá como exemplo a aplicação de oficinas públicas, palestras e até convites para pessoas visitarem aulas e rodas de capoeira, como forma de ampliar a opinião pública em favar da Capoeira.
Mestre Chico e Mestre Robson, procurando manter viva a tradição de conhecer e repassar a verdadeira história da Capoeira, principalmente no Estado, foram conferir de perto e saudar o velho mestre. 

Um comentário: